Depressão Sazonal

O Transtorno Afetivo Sazonal (TAS), Depressão de Inverno ou Depressão Sazonal ocorre principalmente durante o outono e o inverno, onde a falta de luz solar pode tornar as pessoas mais vulneráveis a flutuações normais de humor.

Acredita-se que a ausência da luz contribui para a produção de um neurotransmissor que regula o humor, o apetite e o sono chamado serotonina. Outro fator é a produção da melatonina (responsável pelo sono), que produzida em excesso provoca a sensação de cansaço e a diminuição de energia.

A diferença básica entre o Transtorno Afetivo Sazonal (TAS) e a depressão maior é que esta última não precisa de uma época do ano específica para se manifestar e não desaparece com as mudanças de estação.

Quais os sintomas da Depressão Sazonal?

Os sintomas mais comuns da Depressão de Inverno ou Depressão Sazonal são:

  • Alterações de peso e apetite;
  • Exaustão e fraqueza;
  • Isolamento, irritabilidade;
  • Ansiedade, desespero, carência;
  • Racíocinio lento;
  • Sentimento de culpa;
  • Ataques de choro, angústia, e até mesmo pensamentos suicidas;
  • Aumento do sono, mas as horas dormidas não repataram ou trazem descanso suficiente;
  • Dificuldade para levantar-se pela manhã;
  • Aumento de apetite, vontade de comer doces ou massas;
  • Dificuldade de concentração e na execução de tarefas rotineiras;
  • Cansaço, fadiga e isolamento social;
  • Diminuição do desejo sexual;
  • Mudanças no humor: angústia, irritabilidade ou apatia;
  • Pensamentos negativos e baixa auto estima;
  • Piora da TPM ou Tensão Pré-Menstrual.

Como é o tratamento da Depressão Sazonal?

A pesquisa forneceu algumas repostas sobre a melhor maneira de administrar o tratamento, mas ainda existem perguntas sem respostas. No início se usavam luminárias de 2.500 lux durante 2-4 horas por dia. Na década de 90, o tempo de tratamento diminuiu para apenas 15 a 30 minutos por dia, com 10.000 lux. O paciente se senta de frente para a luminária, a uma distância apropriada. Não é necessário olhar diretamente para a luz, mas é necessário ficar como olhos abertos, de modo que luz ilumine os dois olhos.

O efeito da luz acontece através dos olhos e não da pele. Ainda não existe consenso sobre a hora ideal do dia para o tratamento. Alguns pesquisadores acham que o tratamento é mais eficaz se administrado pela manhã e que no final do dia poderia alterar o ciclo sono-vigília, prejudicando o sono do indivíduo. Outros acham que o tratamento dividido em duas sessões, pela manhã e à tarde é igualmente eficaz.

A respeito disso, talvez o Dr. Rosenthal, do NIMH (Instituto Nacional de Saúde Mental) oferece o melhor conselho: Não existem regras fixas a respeito de quando o tratamento deveria se administrado. Portanto, sinta-se à vontade para usar a Fototerapia na hora do dia mais conveniente para você, mas tente diferentes esquemas se o primeiro não trouxer resultados satisfatórios. Experimente um horário durante uma semana antes de concluir que não esteja funcionando e seja melhor mudar.

Quer experimentar um Tratamento para Depressão natural, sem contra-indicações e sem efeitos colaterais? Então CLIQUE AQUI e assista este video que poderá transformar a sua vida.

Este artigo lhe foi útil? Então Curta, Comente, Compartilhe e Vote logo abaixo.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)

Loading...Loading...

1 Comment

  • sonia

    Reply Reply 2 de agosto de 2013

    Depois de muito tempo encontrei a explicação e o fundamento sobre o transtorno que vem acontecendo comigo. Fazem dois anos que me tratam por depressão sem ir mais alem do tratamento e sofro só no inverno o com dias nublados. Quando chega os dias calidos eu revivo. Obrigado por fazer uma diferença na minha vida com este material.

Leave A Response

* Denotes Required Field